Projeto Estúdio Coca-Cola (Parte 1)

Entre os anos de 2007 e 2008, uma parceria entre a Mtv brasileira (no tempo em que ela ainda se preocupava com música) e a rede de bebidas coca-cola – o projeto Estúdio Coca-Cola – uniu diversos artistas num mesmo palco em uma série de programas. O diferencial do projeto é que, ao contrário das parcerias que vemos por aí em que os artistas possuem uma trajetória paralela, a intenção era reunir segmentos totalmente distintos num mesmo palco. Dupla de sertanejo com uma banda de rock? Por que não? Ou que tal colocar uma banda de Belém do Pará no meio? Música eletrônica com reggae? Manguebeat também? Certamente todos os programas exibidos fizeram com que vários fãs ao redor do país vomitassem seus preconceitos e desgostos mas, por outro lado, o programa combatia um vício de sectarização que insiste em existir entre os admiradores de música, impedindo-os de compreender o contexto que cerca cada estilo musical. Pra quem anda cada vez mais desinteressado em curtir apenas um segmento de um universo com tantas coisas a explorar, o resultado é muito bacana. O post de hoje vai mostrar alguns dos encontros:

“Natiruts Reggae Power” é uma canção que tocou muito nas rádios brasileiras. A junção da banda Natiruts com o Dj Marlboro, DJ mais voltado para o funk, deu uma marcação bastante interessante pro refrão, sem dar à canção aquele jeitão de remix. Trabalho bastante bem feito, onde eletrônica ditou o andamento de uma banda de reggae sem forçar.

A junção entre Pitty e Negra Li certamente foi mais tranquila que outras, pois as características vocais da primeira a permitem se encaixar nas canções da segunda sem problemas. E é exatamente esse o destaque dessa versão de “você vai estar na minha”, da talentosíssima Negra Li.

Charlie Brown Jr. e Vanessa da Mata fizeram  o que alguns consideram ser o melhor dos encontros, talvez pela empolgação evidente que banda e artista demonstraram. Aqui, Chorão e Vanessa fazem um dueto com melodia marcada por uma banda discreta mas eficiente, especialmente a marcação da bateria. Talvez pela empolgação, não há muito foco no refinamento da versão, mas certamente deve ter sido um evento divertido para os presentes.

Certamente um dos programas mais “radicais” do projeto. A tradição sertaneja de Chitãozinho e Xororó com o rock cru da Fresno. A canção acima, um clássico do sertanejo nacional, manteve a estrutura com um refrão marcado pelas guitarras. Certamente é o vídeo mais divertido visualmente, devido ao contraste da postura imponente e envelhecida de Chitãozinho com os meninos se balançando ao fundo.

Anúncios

One thought on “Projeto Estúdio Coca-Cola (Parte 1)

  1. Pingback: Projeto Estúdio Coca-Cola (Parte 2) « DOREMIFA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s