Capas de Álbuns – Box “Revolução! RPM 25 Anos”

O ano de 2007 marcou o início de diversas comemorações de 25 anos de diversas bandas símbolo do B-Rock, como os Paralamas, os Titãs e o RPM. Essa última, ao contrário das demais, enfrentou um longo hiato contornado por flertes e incertezas. Incertezas porque ninguém sabia ao certo se a banda ainda teria alguma chance de continuar uma caminhada bem mais sóbria em relação àquela dos anos 80. Flerte porque nenhum dos integrantes descartava seriamente a possibilidade de uma reunião, caso todas as partes conseguissem ficar satisfeitas.

2007 era um desses períodos de flerte e incerteza. A banda se reuniu para celebrar seu 25o aniversário, tendo como principais atividades entrevistas para rádios e TV e uma apresentação em um programa dominical na globo. Quando perguntados o que mantinha a chama da banda de certa forma acesa, flerte. Quando perguntados se teria chance de rolar uma turnê, incerteza. A turnê acabou não acontecendo, cada um foi pro seu lado mais uma vez, mas ao menos havia uma agradável surpresa nas lojas para os fãs do grupo.

O box que estamos mostrando hoje possui um formato de caixa semelhante ao que alguns artistas nacionais têm lançado, como a “Caixa de Pandora” do Zé Ramalho e o “Todo Seu” de Leonardo, com 25 cm de comprimento x 14 cm de largura. Não é lá um formato muito prático para guardar na estante ou no guarda roupa, mas a sua beleza compensa muito esse pequeno problema organizacional.

Por ser um título comemorativo, o box não possui material inédito (apenas alguns remixes nunca antes disponibilizados no mercado), concentrando sua função em apresentar o material antigo. O box apresenta os CD’s remasterizados dos dois primeiros discos de estúdio da banda, “Revoluções Por Minuto” (1985), “Quatro Coiotes” (1988), além do CD/DVD “Rádio Pirata Ao Vivo” (1986). Com o CD de remixes, temos 5 peças de acrílico, remasterizadas. A vista que se tem ao abrir a caixa é a mais agradável possível, com os CD’s completando o visual do amplificador.

O encarte, retirado de um espaço no canto superior direito somente dele, também agrada. O material apresenta diversas fotos, as capas dos discos e um breve e agradável texto que serve de introdução ao que foi o RPM, porque o seu som apresentava aquelas características e o que foi o sucesso gigantesco que a banda atingiu em meados dos anos 80. Uma introdução a quem não teve oportunidade de reconhecer canções como “Louras Geladas”, “Alvorada Voraz”, “A Cruz E A Espada”, “Olhar 43” como pérolas do grupo.

Como ponto negativo, a caixa esquece dois outros capítulos do grupo: o álbum de 1993 (com o horroroso nome “Paulo Ricardo & RPM”, imposto pela gravadora, e com apenas Paulo e Fernando Deluqui da formação original), querido por muitos fãs da banda, e o CD/DVD “MTV RPM 2002”, à época já fora de catálogo. O material acabou por priorizar o material clássico dos anos 80, mas como o RPM não tem feito muita coisa desde então (até o álbum inédito do ano passado), não custava nada aumentar um pouco mais o já sensacional material oferecido por esse box.

 

Anúncios
Publicado em RPM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s