Canções Notáveis – “No Church in the Wild”, Jay-Z & Kanye West (2011)

No Church in the Wild é a primeira faixa do projeto conjunto de Kanye West e Jay-Z, Watch the Throne. E não poderia ser uma canção mais intensa com uma potente linha de baixo e percussão crua bem ao estilo de West.

É difícil separar esta canção de seu espetacular e controverso vídeo. Da primeira vez que assisti fiquei fascinada frente a TV, ligeiramente confusa, mas completamente mesmerizada. A fotografia sensacional e as paisagens do sul dos EUA são o cenário perfeito para esta ousada inversão: no videoclipe, um escravo branco tenta escapar da fúria de seus senhores negros.

A idéia causou revolta em várias pessoas, que encararam o vídeo como uma espécie de fantasia vingativa se realizando pela arte. É difícil não rir do conservadorismo americano quando atestam idiotices do gênero. Parece-me aí que foram alguns assim chamados caucasianos que até hoje não fizeram as pazes com seu passado histórico.

A primeira imagem do vídeo é o número 1862 invertido, representando a data fictícia da narrativa, e a ironia da reversão. O clipe mostra de maneira engenhosa a arbitrariedade e o absurdo de um discurso escravagista de superioridade baseado na cor da pele, mas que poderia ter se fundado (e frequentemente o faz) em qualquer outro tipo de diferença como religião, sexo, etnia, etc., etc.

O videoclipe transmite com perfeição a sensação de terror do fugitivo. Em determinada cena três homens seguram tochas numa noite escura enquanto assistem o escravo tentar fugir inutilmente para se esconder na igreja. A sensação de impotência e claustrofobia se intensifica enquanto eles se aproximam e a música prossegue com sua atmosfera igualmente sombria e selvagem.

A letra versa sobre a vida que acontece quando a cidade finge dormir – as drogas, o sexo, a violência. Esta é a selva de pedra, tão conhecida pelos rappers crescidos e glorificados neste meio, metaforizada no vídeo pela selva real. A voz de Frank Ocean estranhamente doce se pergunta What’s a god to a non-believer?/ We make it out alive. Alright, alright./ No church in the wild. Jay-Z e Kanye West são os caras que venceram – que saíram vivos, embora não saibam bem como. Mas ninguém escapa à selva de pedra, nos avisam. E lá não existem deuses.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s