Canções Notáveis – “Nude”, Radiohead (2007)

Comecei a escrever esta resenha e me espantei com o fato de que o In Rainbows já tem 5 anos de idade. IR é um álbum consistente, melancólico, e menos dado a experimentos que outros trabalhos do Radiohead. Mas é um álbum muito caro a discografia da banda, repleto de ótimas canções.

Este post é quase um protesto contra esta já batida nostalgia do paraíso onde aparece de forma recorrente a reclamação de que os últimos 30 anos não produziram boas bandas, e não produziram boa música. Isso não é verdade. A década de 90 é repleta de exemplos que mostram o contrário, bem como a década seguinte.

Uma destas jovens canções notáveis é Nude. Uma música estruturalmente e instrumentalmente simples onde a voz de Yorke cria uma atmosfera onde é fácil e delicioso se perder. Por mais que sua letra seja franca e coerente, ela carrega essa impressão de que seus significados são vários, a serem preenchidos por quem se dispor a fazê-lo.

Vulnerabilidade, insegurança, solidão, depressão, vazio existencial, ou do cotidiano, frustração sexual – Nude é sobre todas estas coisas. O título, tão ambiguamente direto e abrangente quanto a letra, parece especialmente acertado neste cenário.

Todos estes temas são recorrentes no repertório de uma banda em que a auto-depreciação é quase um eixo central. Não importa. Como bem disse o mestre Tom Waits: I like beautiful melodies telling me terrible things.

Don’t get any big ideas
They’re not gonna happen

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s