Canções Notáveis – “Dust In The Wind”, Kansas (1977)

“Dust In The Wind” é uma daquelas canções que conseguiram ficar grudadas no inconsciente coletivo das pessoas. Não importa sua história ou tampouco quem a fez – inclusive já conversei com muitas pessoas que acreditavam ser uma canção do Scorpions (mérito do belo cover que realizaram). Basta iniciar os belos acordes de introdução e todos sabem do que se trata. Afinal, existe algo melhor que um compositor possa esperar de sua criação?

A canção, assim como outros grandes clássicos como “Smoke On The Water” (Deep Purple) e “Livin’ on a Prayer” (Bon Jovi), entrou no último minuto no álbum “Point of No Return”, da banda Kansas. A banda precisava superar o sucesso comercial de seu álbum anterior, “Leftoverture” (1976), capitaneado pelo hit “Carry on Wayward Son”.

O dedilhado surgiu de uma série de exercícios que o guitarrista Kerry Livgren se forçou a fazer para melhorar sua maneira de tocar utilizando os dedos. Sua esposa apontou o potencial que aquelas notas tinham para formar uma canção. Livgren, hesitante, escreveu um rascunho do que seria a letra, ainda indeciso se a apresentaria para a banda, pois a composição em nada se parecia com as demais da banda para aquele álbum. Por fim, ele decidiu defendê-la, e a banda inteira concordou em adicioná-la.

O resultado: a canção é a única da banda até hoje a entrar no top 10 da Billboard, com diversos outros artistas do calibre de Scorpions e Lou Reed gravando suas versões. Aqui no Brasil, a cantora Paula Fernandes também a gravou, batizando inclusive o seu álbum de 2006 com o nome da canção.

A letra de “Dust In The Wind” apresenta determinadas preocupações espirituais e existenciais… Nossos sonhos, nossas vidas, nosso caminhar… Tudo parece pequeno e efêmero demais frente à imensidão de outras forças, sejam elas externas ou internas, que não conseguimos controlar. “All we are is dust in the wind”.

“Dust In The Wind”, assim, é um grande exemplo de como, às vezes, a canção se torna maior do que seus compositores. Qual a proporção de pessoas que lembram-se desse período do Kansas? Não importa. Pois o maior legado que uma banda pode deixar é produzir uma canção atemporal, sem dono, “dusting in the wind”. Certamente Kerry Livgren está orgulhoso.

Anúncios

One thought on “Canções Notáveis – “Dust In The Wind”, Kansas (1977)

  1. Pingback: Dust In The Wind: história e curiosidades sobre a música - Recreio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s