Canções Notáveis – “Bu$hleaguer”, Pearl Jam (2002)

He’s not a leader, he’s a Texas leaguer
Swinging for the fence, got lucky with a strike
Drilling for fear makes the job simple

Confesso que Bu$hleaguer está aqui mais por sua qualidade e história do que por ser propriamente uma canção que marcou uma geração, ou que é hegemônica entre fãs ou críticos. Mas acho que tudo bem – afinal, nunca dissemos aqui no blog que “Canções Notáveis” se referia apenas a este ou aquele tipo de faixa.

Bu$hleaguer é exatamente o que parece – uma canção não só de protesto, mas de troça ao governo e a figura de George Bush. O único trecho propriamente cantado da música é o refrão, pois as duas estrofes principais são apenas proclamadas (com muito cinismo) por Vedder. O vocalista revelou seu lado mais performático durante a execução desta faixa nos shows ao vivo, vestindo uma máscara com a cara do presidente e dançando livremente pelo palco. Em determinado momento colocava a máscara sobre o suporte do microfone passando a impressão de que havia impalado a cabeça de Bush.

Apesar de ter sido lançada apenas em 2002 no excelente Riot Act há quem diga que esta é uma canção pré-11/9. É possível que sim, mas não se pode negligenciar o fato de que os mais que conhecidos atos de terrorismo apenas poucos meses antes de seu lançamento inflamaram a ótima recepção da canção.

O Pearl Jam é provavelmente a banda instrumentalmente mais sofisticada da safra grunge de Seatlle, e o Riot Act é um álbum refinadíssimo neste aspecto. Bu$h, apesar de uma canção atípica e nada comercial, agrada quase de imediato com os bons vocais de Vadder e a coesão da banda, embora perca bastante de sua qualidade ao vivo.

Bu$hleaguer já nasceu tematicamente datada, não há dúvidas sobre isso. Mas o poder das canções datadas está justamente em se tornarem marcos históricos de um determinado período. Vedder é reconhecidamente avesso ao republicanismo de seu país, e sempre deixou marcada sua posição em suas composições. Deste modo, Bu$hleaguer fica registrada de maneira não intencional como hino poderoso, mas efêmero, de um momento de desconstrução e exegese da vida moderna ocidental

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s